Salão Nobre

O Salão Nobre discute temas de relevância nacional com líderes partidários, presidentes das comissões, autores e relatores dos projetos. O programa leva o nome do local onde é gravado, no Museu do Senado, também conhecido como Salão Nobre, pois é usado na recepção de autoridades.

16/11/2017
“A discussão atual é se fica ou não com ministérios”, diz líder do Bloco Social Democrata
O senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) minimizou a discussão sobre se o partido deve ou não fazer parte do governo. “O PSDB vai continuar apoiando todas as boas ideias para o país, independente do governo.”, afirmou ao Salão Nobre. Para ele, eventual saída não afeta o Bloco e a aliança com o DEM.
09/11/2017
A preocupação do taxista é a Câmara nunca mais votar, diz Lopes, sobre projeto do Uber
Uber, Cabify e outros aplicativos de transporte continuam privados, sem placa vermelha e sem permissão municipal, de acordo com texto aprovado no Senado. O relator, senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), diz ao Salão Nobre que o temor dos taxistas é que a Câmara não vote mais a regulamentação.
01/11/2017
Porte de armas não reduz a criminalidade, diz presidente da CDH
A senadora Regina Sousa (PT-PI) avalia neste Salão Nobre que a liberação do porte de armas não amedronta os bandidos nem reduz a violência. Ela defende melhorias da segurança pública, com combate efetivo ao tráfico de drogas, que acredita ter "os mesmos personagens" do mercado de armas.
26/10/2017
Governo vai enviar MP dos biocombustíveis até novembro, diz Cidinho Santos
Álcool pode ficar mais barato com nova política de biocombustíveis (Renovabio), segundo o sen. Cidinho Santos (PR-MT). Ele conta ao programa Salão Nobre que o governo vai enviar medida provisória ao Congresso até novembro, iniciativa que deve garantir mais previsibilidade ao setor.
19/10/2017
Porte de armas deve ser liberado, defende Wilder Morais em projetos
O senador Wilder Morais (PP-GO) quer a liberação do porte de armas para maiores de 18 anos que comprovarem aptidão psicológica e técnica, e que não tenham antecedentes criminais. Ele diz neste Salão Nobre que o Estatuto do Desarmamento desarmou o cidadão e oficializou a profissão dos bandidos.
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11