Jorge Viana quer nova agenda para o país e Sérgio Petecão vai lutar por recursos para o Acre

13/10/2010 19:32:32

 Jorge Viana

Jorge Viana (PT)O candidato ao Senado mais votado no Acre, Jorge Viana (PT), disse que seu principal propósito quando assumir o mandato de senador, em fevereiro, será ajudar a mudar a agenda do país.

- Pretendo lutar para levar a realidade daqui de fora para o plenário do Senado - disse.

Sua maior preocupação é com o desenvolvimento sustentável, com foco especial para a Amazônia. Ele é favorável a uma política econômica de redução da pobreza que propicie a inclusão social sem danificar o meio ambiente.

Formado em engenharia florestal, Jorge Viana começou ainda estudante sua militância pelas causas ambientais. Com essa bandeira foi eleito prefeito de Rio Branco. Suas ideias sobre o uso sustentável dos recursos naturais em favor do desenvolvimento também o levaram a governar o Acre por dois mandatos.

Sérgio Petecão

Técnico em contabilidade, empresário e pouco afeiçoado a Brasília, o deputado federal SérgioSérgio Petecão (PMN-AC) Petecão (PMN-AC) chega ao Senado no próximo ano com quase 200 mil votos e a disposição de trabalhar para carrear mais recursos orçamentários para seu estado.

- O Acre é pobre e altamente dependente das emendas parlamentares ao Orçamento da União - disse o parlamentar.

Com três mandados de deputado estadual, um de deputado federal e a experiência de ter presidido quatro vezes a Assembleia Legislativa de seu estado, Petecão lembra que o Acre não tem indústria ou outra atividade econômica capaz de multiplicar empregos e gerar muita renda.

O grande atributo do estado, observa, é o patrimônio ambiental, que ele quer preservar, porém priorizando o bem-estar da população.

- Vou trabalhar por uma produção sustentável, que não agrida a floresta, mas priorize o conforto do cidadão. Que a prioridade seja sempre o ser humano. O povo que vive na floresta paga um preço muito alto pela preservação da natureza. O que queremos é que o foco seja o cidadão, não a floresta. O ser humano em primeiro lugar.

Embora não tenha ainda projetos concretos para defender no Parlamento, uma certeza Sergio Petecão diz já ter: a de que vai dividir-se entre o Acre e Brasília.

- Vou lutar pelos meus projetos em Brasília, mas me dedicar também ao Acre. Não gosto de morar em Brasília. Minha vida é o Acre.

Teresa Cardoso / Agência Senado