Uso da genética na prevenção contra o câncer e imunização diferenciada são temas de PLS


22.04.2009

A Senadora Maria do Carmo Alves (DEM/SE) apresentou hoje dois Projetos de Lei do Senado que tratam preventivamente de questões de saúde pública. Um, estabelece a possibilidade de realização de exame gratuito, através da rede pública, para identificação de biomarcadores para neoplasias malignas (câncer) da mama e do trato genital em mulheres com antecedentes pessoais ou familiares da doença. O exame detecta a presença de mutações genéticas, antes do aparecimento dos primeiros indícios de tumor.

Para a Senadora, a redução significativa da mortalidade por câncer registrada nos últimos anos, nos países mais desenvolvidos, deve-se em boa parte às evoluções ocorridas nas áreas da genética e da biologia molecular, usadas na antecipação de diagnósticos. “No Brasil, em especial, cerca de 80% dos tumores de mama são descobertos em estágios avançados (II e III), o que torna significativo o número de óbitos. Um programa dessa natureza permitiria detectar a doença ainda em seu estágio curável”, alertou Maria do Carmo.

O outro Projeto de Lei apresentado obriga o Ministério da Saúde a instituir, nacionalmente, calendários diferenciados de vacinação para pessoas com necessidades de imunização diferenciadas, como os portadores de Síndrome de Down, do vírus HIV e de anemia falciforme, entre outras hemoglobinopatias.

Informações fornecidas pelo Gabinete da Senadora