MARIA DO CARMO CRITICA A ATUAÇÃO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE NO CASO INCA

28.01.2004


A Senadora Maria do Carmo fez um contundente discurso, no início da noite desta quarta feira, onde analisou vários aspectos relativos a assistência de saúde recebida pela população brasileira.. Em sua fala chamou a atenção, ainda, para a situação do Instituto Nacional do Câncer que tem sido alvo freqüente de matérias na grande imprensa.

Para a parlamentar é lamentável que os motivos que levaram o INCA a televisão e aos jornais não foram os méritos de suas realizações, como , por exemplo o Sistema Nacional de Transplantes, que colocou o Brasil como a segunda nação do mundo em número absoluto de transplantes, mas a ingerência administrativa que, primeiramente, tomou conta do poder central do Instituto e, agora, tenta contaminar esse centro de referência com a tentativa de tráfico de influência.

Apesar de todos os ganhos que o Sistema Nacional de Transplantes trouxe a fila de pessoas a espera de uma oportunidade de realizar um transplante cresce a cada dia. A despeito disso o Ministério da Saúde vem tratando a questão com falta de respeito e de responsabilidade.

Esta situação é ainda mais grave, ressaltou Maria do Carmo, porque o INCA, é o órgão nacional de coordenação da política na área do câncer. O câncer de Colo do Útero tem cura e mesmo assim ainda mata muitas mulheres em nosso país. No ano de 2000 morreram 3953 brasileiras vitimadas pelo câncer do colo útero, segundo dados do DataSUS – Ministério da Saúde (datasus.gov.br). Só em Sergipe, em 2003 foram 67, sendo 21 em Aracaju.

A Senadora chamou a atenção, ainda, para a questão da municipalização da saúde. O SUS, apesar de uma grande conquista, não se encontra completamente implantado e a população continua a ter dificuldades para conseguir alguns atendimentos. Em virtude disso, faz-se importante a colaboração de todas as esferas do poder para dar um melhor suporte ao atendimento prestado a população. Como exemplo de uma atuação conjunta e bem sucedida ela reportou-se ao programa estadual Pró-Mulher, Pró-Família, mais Saúde, mais Vida que leva até os municípios sergipanos uma completa estrutura para realizar diagnósticos e ações de prevenção do câncer feminino, como o câncer do colo do útero e o câncer de mama e também para o diagnóstico e a prevenção do câncer de próstata, que é uma doença que tem vitimado muitos homens.

Informações fornecidas pelo Gabinete da Senadora