Conversa Pessoal
Ano VI - Número 72 - novembro - 2006

Dieta e prevenção do câncer de próstata

Imagem de próstada afetada

É importante explicar que o câncer de próstata é uma entidade néoplásica (tumor) que já ultrapassou em incidência o câncer de pulmão nos homens. É a terceira causa de morte mais freqüente entre pessoas do sexo masculino e entre os cânceres, superado apenas pelo câncer de pulmão no óbito. Sendo assim, torna-se imperioso o seu diagnóstico precoce e a sua prevenção.

Obesidade
Estudos feitos pela Fred Hutchinson Cancer Research Center, Seattle, publicado em 06.08.2002, mostram que limitar ao máximo as gorduras animais em 30% das calorias diárias, reduziria o risco do câncer de próstata para a metade, quando em estágio tardio, em relação aos que ingeriram mais de 30%. Apenas para exemplificar: se as necessidades diárias forem de 2.500 calorias, 750 calorias correspondem a 30%. Como sabemos que cada grama de gordura é igual a 9 calorias, devemos dividir 750 por 9 e teremos 83 gramas, que é o limite máximo de ingestão de gorduras de origem animal. Por outro lado, também sabemos que as gorduras saturadas não devem ultrapassar 10% das calorias diárias.

Abaixo, confira alguns tópicos sobre certos alimentos que vêm angariando o reconhecimento de renomados especialistas em urologia sobre a possibilidade de prevenção do câncer de próstata:

Licopeno: o licopeno é um beta-caroteno natural, responsável pela cor vermelha de certos alimentos. Encontra-se em leguminosas bem conhecidas como o tomate, a cenoura e em frutas como o mamão, a melancia e a goiaba. O licopeno, segundo estudos realizados na Universidade de Harvard, parece diminuir em até 35% os riscos do câncer de próstata. Tudo indica que possui uma ação inibidora sobre as células neoplásicas.

Alho e Cebola: de acordo com o estudo publicado em 2003, pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos (NCI), há indícios de prevenção do câncer de próstata em até menos 30%, e o responsável pelo benefício seria um composto sulfuroso - o allium-, que também é responsável pelo cheiro característico.

Soja: vegetal da família das leguminosas, é a mais rica em isoflavonóides (estrógenos vegetais). Sabe-se que os homens da raça negra são os mais propensos ao câncer de próstata, e que os orientais são os menos propensos a contrair este câncer. Uma prova bastante evidente do valor da soja, na prevenção do câncer de próstata, é que os orientais que tem uma dieta rica em soja, tem risco menor do que os americanos. Entretanto, quando orientais passam a residir nos Estados Unidos, mudam sua dieta alimentar e, em poucas gerações, a doença torna-se equivalente entre os dois povos. Hoje em dia, a soja é usada em várias combinações alimentares que transformam seu gosto acentuado em alimentos saborosos.

Semente de linhaça: existem estudos feitos por pesquisadores da Duke University, que se mostram otimistas com o resultado obtido com o consumo de sementes de linhaça. Estamos autorizados, mesmo antes das conclusões finais, a fazer uso da semente de linho no combate e na prevenção do câncer de próstata. É suficiente tomar 4 colheres de chá de sementes de linhaça misturadas com o suco de sua preferência, diariamente. Use um moedor de grãos de café ou o seu liquidificador comum para triturar as sementes ou use as sementes inteiras.

Selênio e Vitamina E: natural como o D-gama Tocoferol ou D-alfa Tocoferol (os outros são DL, mas são sintéticos): foram estudados pelo Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, Nova York, e constatou-se que em não fumantes tem um efeito protetor na dose de 200mg/dia de selênio e 800 mg/dia de Vitamina E, como suplementação. Estes estudos são controversos, pois sabe-se que o selênio em excesso pode provocar um quadro tóxico com sintomatologia gastrointestinal e neurológica, alterações no cabelo e nas unhas. Encontramos Vitamina E em nozes, sementes, clara de ovo e óleos, e Selênio na castanha-do-pará, na noz-pecã, nos frutos do mar, aves, carnes vermelhas e grãos. Sugere-se, portanto que se faça uso de Vitamina E e Selênio ingerindo alimentos naturais, pois os estudos sobre a possibilidade de prevenção pela suplementação não foram confirmados. A ingestão de duas nozes por dia, por exemplo, supriria as necessidades diárias de cada indivíduo.

Verduras: sabe-se que as populações que consomem mais crucíferas, tais como brócolis, couve-flor, espinafre estão menos pré-dispostas ao câncer de próstata.

Chá Verde: acredita-se que a ingestão diária de dois copos de chá verde (220 ml/dia) seria importante para prevenir e evitar a recidiva do câncer de próstata.

Tanto para o chá verde como para a ingestão de verduras, os estudos científicos existentes ainda não foram conclusivos.


PERGUNTA
O que devo, então, fazer para prevenir o câncer de próstata, à luz dos conhecimentos atuais, através da dieta?

RESPOSTA
- Evite dietas com excesso de gorduras saturadas (carne);
- Pratique uma dieta saudável e variada, com alimentos que tenham ácidos gordurosos como ômega-3, legumes e frutas com licopeno,verduras. crucíferas, alho e cebola.
- Tome chá verde, sem ser em excesso (dois copos/dia);
- Combata a obesidade;
- Use as duas "estrelas" mais comprovadas em prevenção do câncer de próstata, que são a soja e a semente de linhaça;
- E não se esqueça da importância da atividade física.

Fonte: ABC do corpo salutar


ATENÇÃO: A responsabilidade deste artigo é exclusiva de seu respectivo autor (fonte).

 



Endereço: Av. N2 - SEEP - Bloco 07 - Térreo - Prédio da Diretoria Executiva da Gráfica - 70165-900 – Brasília–DF
Telefone: 61 - 0800612210 - E-mail: pessoal@senado.gov.br