E-book O legislativo brasileiro
/Pesquisas de Opinião
Imprimir Compartilhe no Twitter

12/09/2013
Quatro em cada cinco brasileiros são a favor da internação involuntária para usuários de drogas

 

Pesquisa realizada pelo DataSenado revelou que 80,4% da população acreditam que dependentes de drogas devem ser obrigados a passar por tratamento especializado. Somente 18,3% dos respondentes se disseram contrários à internação compulsória. Para 27,5%, a influência de amigos é o principal motivo que leva uma pessoa a utilizar drogas. Outros 26,9% afirmam que a falta de apoio familiar é o maior responsável pelo mau passo, enquanto 22,8% creem tratar-se basicamente de uma escolha pessoal.

Na opinião de 75,8% dos entrevistados, o traficante condenado que portava pequena quantidade de entorpecente não deve ter uma punição mais branda que os demais. Além disso, 78,3% concordaram que a pena máxima a que o usuário de drogas pode ser condenado deve passar de cinco para 12 meses de serviço comunitário. E, no caso de usuários reincidentes, essa pena deve ser ampliada de 10 para 24 meses na opinião de 82,8% dos participantes.

Os dados foram coletados através de entrevistas telefônicas, entre os dias 4 e 25 de junho, com uma amostragem aleatória de 1.226 pessoas, distribuídas em todas as unidades da Federação. A margem de erro admitida é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que significa que, se forem realizadas 100 pesquisas usando a mesma metodologia, aproximadamente 95 terão os resultados dentro da margem de erro estipulada.


Outras Informações:
Secretaria de Transparência
Coordenação de Pesquisa e Opinião - DataSenado

(061) 3303 1211
datasenado@senado.leg.br
www.senado.leg.br/datasenado

 

Alô Senado Senado na mídia Alô Senado
STRANS - COORDENAÇÃO DE CONTROLE SOCIAL | Senado Federal, Via N2, Anexo D, Bloco 4, Cep 70165-900, Brasília/DF | (61) 3303-1211 | Alô Senado: 0800 612211
Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900