/NOTíCIAS

04/05/2012
Cidadãos pedem a regulamentação de jornada de trabalho para fonoaudiólogo e da profissão de enfermeiro. Excesso de burocracia na concessão de aposentadoria é alvo de críticas, no Alô Senado

O Alô Senado registrou, nesta quinta-feira (3), manifestações de cidadãos pedindo a regulamentação e a criação de estatuto próprio para algumas profissões. Segundo eles, o objetivo seria evitar conflitos entre leis vigentes e que tratam do mesmo assunto, como no caso dos profissionais da educação. 

Também receberam manifestações de apoio o PLC 119/2010, que dispõe sobre a jornada de trabalho do fonoaudiólogo, e o PL 2573/2011, que trata da regulamentação do exercício da enfermagem. Este último projeto, contudo, é de origem da Câmara dos Deputados e ainda não chegou ao Senado Federal.

Os cidadãos voltaram a pedir a análise do veto 12/2010 que trata do fim do fator previdenciário. A Central de Relacionamento do Senado registrou, ainda, críticas ao processo de concessão da aposentadoria por invalidez. Para os que se manifestaram, o sistema adotado é burocrático, demandando várias perícias médicas o que pode demorar anos, retardando a concessão do benefício.

A cidadã Juraci Alves, de Campinas-SP, contatou o Alô Senado e registrou a sugestão para a criação de um projeto de lei que vise tornar menos burocrático o processo de aposentadoria por invalidez. Ela afirma que se sente injustiçada, pois, apesar de ter direito ao benefício, está sem receber qualquer remuneração que possa garantir seu sustento dignamente.

Lembramos que as opiniões registradas pela Central de Relacionamento e pelas mídias sociais do Alô Senado, Twitter e Facebook, refletem a visão pessoal dos cidadãos que se manifestaram por intermédio destes canais de comunicação. Estas opiniões não podem, de forma alguma, ser extrapoladas para toda a população brasileira.

STRANS - SUBSECRETARIA DE PESQUISA E OPINIÃO | Senado Federal, Via N2, Anexo D, Bloco 4, Cep 70165-900, Brasília/DF | (61) 3303-1211 | Alô Senado: 0800 612211