/NOTíCIAS

28/03/2012
Cidadãos pedem, no Alô Senado, restabelecimento dos serviços de ondas curtas da Rádio Senado. Briga de torcidas em São Paulo motiva pedidos por penas mais severas no Código Penal.

O Alô Senado voltou a receber, nesta terça-feira (27), solicitações para que seja restabelecido, o quanto antes, o serviço de ondas curtas da Rádio Senado. Segundo os cidadãos que se manifestaram, o serviço é essencial para quem mora em lugares distantes.

Nessas localidades, afirmaram, a programação de rádio, em especial de ondas curtas, é o mais importante meio de comunicação entre os moradores. A Rádio Senado Ondas Curtas, em conjunto com o Alô Senado, era empregada como veículo de difusão de mensagens entre os cidadãos das áreas de cobertura.

Os cidadãos também contataram o Alô para pedir que a reforma do Código Penal defina punições mais rigorosas para vários crimes. Segundo estes, a medida evitaria que crimes como o ocorrido durante uma briga de torcidas em São Paulo voltassem a ocorrer.

Continuam a repercutir na Central de Relacionamento do Senado as denúncias contra o senador Demóstenes Torres. Cidadãos solicitam ampla investigação sobre o caso. Há os que acreditam na inocência do parlamentar, enquanto outros duvidam que este consiga prová-la.

Lembramos que as opiniões registradas pela Central de Relacionamento e pelas mídias sociais do Alô Senado, Twitter e Facebook, refletem a visão pessoal dos cidadãos que se manifestaram por intermédio destes canais de comunicação. Estas opiniões não podem, de forma alguma, ser extrapoladas para toda a população brasileira.

STRANS - SUBSECRETARIA DE PESQUISA E OPINIÃO | Senado Federal, Via N2, Anexo D, Bloco 4, Cep 70165-900, Brasília/DF | (61) 3303-1211 | Alô Senado: 0800 612211