/NOTíCIAS

30/01/2012
Tragédia do desabamento no Rio motiva cidadãos a pedirem leis mais rigorosas para regular reformas. Crime de corrupção na esfera pública volta a ser comentado no Alô Senado

O desabamento de três prédios no Rio de Janeiro, no dia 25 de janeiro, repercutiu no Alô Senado, na última sexta-feira (27). Mobilizados pela tragédia, cidadãos se manifestaram pedindo mais rigor nas leis estaduais e federais que tratam de obras e reformas em prédios. Foram citadas, nas manifestações, reportagens e notícias atribuindo a causa do desabamento a uma reforma não autorizada em um dos prédios.

A Central de Relacionamento do Senado registrou, ainda, sugestões relacionadas ao tema direito penal. Cidadãos pediram penas mais duras para crimes relacionados à corrupção. Para estes, o crime de corrupção tem crescido nas várias esferas do poder público e precisa ser combatido com vigor.

Também foi solicitado maior rigor no cumprimento das leis de trânsito para motoristas que se envolvem em acidentes. Segundo os cidadãos, quando há morte da vítima ou quando o motorista está alcoolizado, a pena dever ser dobrada, e seu direito de dirigir permanentemente cassado.

Lembramos que as opiniões registradas pela Central de Relacionamento e pelas mídias sociais do Alô Senado, Twitter e Facebook, refletem a visão pessoal dos cidadãos que se manifestaram por intermédio destes canais de comunicação. Estas opiniões não podem, de forma alguma, ser extrapoladas para toda a população brasileira.

STRANS - SUBSECRETARIA DE PESQUISA E OPINIÃO | Senado Federal, Via N2, Anexo D, Bloco 4, Cep 70165-900, Brasília/DF | (61) 3303-1211 | Alô Senado: 0800 612211