/NOTíCIAS

23/08/2011
Maioria dos cidadãos que participam de enquete do Alô Senado apóia projeto que inclui a corrupção entre os crimes hediondos.
Isenção de IR para contribuinte que completa 60 anos recebe apoio popular

O PLS 204/2011, tema da enquete desta quinzena na página do Alô Senado, tem suscitado grande número de mensagens. Esta tendência foi confirmada ontem (22), quando a maioria dos cidadãos foi favorável à aprovação da matéria. O projeto prevê a inclusão dos delitos de concussão, corrupção passiva e corrupção ativa no rol dos crimes hediondos. No entanto alguns cidadãos defenderam que a legislação estabeleça penas mais severas para crimes de corrupção, mas não os caracterize como hediondos. Para eles, ainda que o crime de corrupção atente direta ou indiretamente contra a população, não configuraria ato de barbárie ou de crueldade.

O projeto de lei da Câmara 3/2010 que, entre outros assuntos, dispõe sobre o processo e o julgamento colegiado, de crimes praticados por organizações criminosas, em primeiro grau de jurisdição, também recebeu várias manifestações favoráveis.

A Central de Relacionamento recebeu, ainda, mensagens de apoio à aprovação do PLS 76/2011, que isenta de imposto de renda de pessoa física os rendimentos provenientes de aposentadoria e pensão. Este benefício estaria disponível ao contribuinte a partir do mês em que ele completasse sessenta anos. Os cidadãos sugeriram também que esta isenção seja estendida a deficientes que exerçam atividade econômica. Os cidadãos solicitaram, por outro lado, a aprovação do PLS 165/2010. O projeto visa a criar abono natalino para segmentos carentes da população brasileira, como os idosos e as pessoas com deficiência que têm dificuldade em se manter.

O Alô Senado registrou, finalmente, mensagens solicitando o empenho dos senadores para que seja instalada CPI para investigar as denuncias de corrupção na Administração Pública. Os cidadãos manifestaram seu apoio aos senadores que se pronunciaram, em plenário, defendendo as medidas contra a corrupção que a Presidente tem adotado.

Lembramos que as opiniões registradas pela Central de Relacionamento e pelas mídias sociais do Alô Senado, Twitter e Facebook, refletem a visão pessoal dos cidadãos que se manifestaram por intermédio destes canais de comunicação. Estas opiniões não podem, de forma alguma, ser extrapoladas para toda a população brasileira.

STRANS - SUBSECRETARIA DE PESQUISA E OPINIÃO | Senado Federal, Via N2, Anexo D, Bloco 4, Cep 70165-900, Brasília/DF | (61) 3303-1211 | Alô Senado: 0800 612211