Mais Acessados

Proposta

Empregador que atrasar pagamento de salário pode pagar multa

Trabalho terceirizado

Senadores antecipam mudanças em projeto que regulamenta terceirização


Ouça Novamente

Relatório ONU

Brasil saiu do mapa da fome produzido pela ONU

Reportagem Especial

Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência - 1ª parte

Reportagem Especial

Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência - 2ª parte


:. voltar

04/07/2012 - 19:35 - 01'37'' - Comércio eletrônico

Estados consumidores terão direito a parte do ICMS nas transações

Imagem do áudio

LOC: OS ESTADOS CONSUMIDORES TERÃO DIREITO A PARTE DO ICMS COBRADO NAS TRANSAÇÕES DO CHAMADO “COMÉRCIO ELETRÔNICO”.

LOC: A PROPOSTA FOI APROVADA NESTA QUARTA-FEIRA E SEGUE AGORA PARA A CÂMARA DOS DEPUTADOS. OS DETALHES, COM O REPÓRTER NILO BAIRROS:

(Repórter) Caso a proposta seja aprovada em definitivo pela Câmara, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, ICMS, passará a ser dividido entre o estado vendedor e o consumidor no caso de transações feitas pela internet. Atualmente, o estado de origem do produto é que determina a alíquota, o que deixa o estado onde mora o consumidor sem qualquer retorno financeiro. O relator da proposta, senador Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas, lembrou que esse tipo de comércio teve um aumento vertiginoso no país: de um faturamento de 540 milhões de reais em 2001, pulou para quase 19 bilhões de reais no ano passado. Com a redistribuição do ICMS, o estado que mais perde é São Paulo, mas, como destacou o senador Eduardo Suplicy, do PT paulista, houve um acordo nacional em torno do assunto.

(Eduardo Suplicy) Este entendimento agora apoiado pela unanimidade é uma solução de bom senso do ponto de vista da equidade de tratamento para os inúmeros estados, aqueles para os quais se vende as mercadorias e entrega, e aqueles que produzem, de tal maneira que teremos assim um melhor equilíbrio da federação nessa regulamentação do ICMS sobre o comércio eletrônico.

(Repórter) Para acelerar o processo, o Senado aprovou a matéria em dois turnos no mesmo dia. Agora, as três propostas que tratavam da nova partilha do ICMS estão unificadas e seguem para a análise dos deputados.

Nilo Bairros.


Sintonize a Rádio Senado FM:

Brasília - DF: 91,7 MHz Natal – RN: 106,9 MHz Cuiabá – MT: 102,5 MHz Fortaleza - CE: 103,3 MHz Macapá - AP: 93,9 MHz
Rio Branco - AC: 100,9 MHz Teresina - PI: 104,5 MHz Manaus - AM: 106,9 MHz João Pessoa - PB: 106,5 MHz São Luís - MA: 96,9 MHz

radio@senado.leg.br | (061) 3303 4691

Rádio Senado - Praça dos Três Poderes - Senado Federal - Anexo 2, Bloco B, Brasília DF | CEP 70165-900

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900