Senado Federal | Agência Senado
Imprimir esta página
 
Tabagismo
SUS oferece tratamento gratuito

 

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece atendimento gratuito aos que pretendem parar de fumar, inclusive com o uso de medicamentos ministrados em forma de adesivos e gomas de mascar com nicotina. Nos casos em que o paciente apresenta alto grau de dependência, são usados antidepressivos à base de bupropiona, informou o chefe da Divisão de Tabagismo do Inca, Ricardo Meirelles. Hoje, aproximadamente 80 unidades do SUS oferecem esse tipo de tratamento, mas somente seis delas, os Centros de Referência em Abordagem e Tratamento do Fumante, fornecem medicamentos gratuitamente. Nas demais unidades, a terapia é baseada em sessões em que profissionais treinados pelo Inca ajudam os fumantes a identificar situações que os levam a fumar e a conviver com elas. Conforme Meirelles, entre 30% e 40% dos que participam de todo o processo, que dura um ano, param de fumar definitivamente.

Existem ainda métodos alternativos que auxiliam no tratamento, como as piteiras de redução de nicotina, a acupuntura e a laserterapia. Não há estudos reconhecidos pela OMS que comprovem a eficácia desses métodos, mas eles não são contra-indicados pelo Ministério da Saúde.

Para obter informações sobre unidades do SUS que oferecem o tratamento, basta telefonar, gratuitamente, para o Disque Pare de Fumar, número 0800 703-7033.



Agência Senado - Senado Federal | E-mail: agencia@senado.gov.br
Praça dos Três Poderes, Anexo I, 20.º andar.
70165-920 - Brasília DF