Senado Federal | Agência Senado
Imprimir esta página
 
Bullying
E se ele for o agressor?



Mais difíceis de detectar, os sinais de que a criança pode estar praticando bullying são:

- Não se importa com notas, trabalhos, deveres etc.

- Volta da escola com ar de superioridade, mostrando ou tentando impor sua autoridade.

- Não tolera situações ou aspectos das pessoas que o desagradam.

- Costuma resolver problemas usando força física ou psicológica.

- É hostil, desafiante e agressivo com os pais e irmãos.

- Volta da escola com objetos ou dinheiro sem justificar sua origem.

Se o seu filho pratica bullying:

- Não ignore o fato ou procure desculpas para as suas atitudes.

- Observe-o atentamente, sem críticas.

- Converse com ele com muita tranqüilidade e calma, buscando encontrar as razões do bullying.

- Reflita sobre o modelo de educação que você está oferecendo.

- Não bata ou imponha castigos muito severos, que só provocam raiva e ressentimento.

- Procure psicólogos ou profissionais que possam auxiliá-lo.

- Dê a ele segurança e amor.

- Incentive a mudança de atitude e elogie cada conquista.

- Procure a direção da escola

Aqueles que praticam bullying podem levar para a vida adulta o mesmo comportamento, adotando atitudes agressivas com a família ou no ambiente de trabalho.





 

Agência Senado - Senado Federal | E-mail: agencia@senado.gov.br
Praça dos Três Poderes, Anexo I, 20.º andar.
70165-920 - Brasília DF