TV Senado
Portal de
Notícias
Fleury (DEM-GO) denuncia o que classifica de caos na administração de Goiânia


Conheça a TV Senado

Primeira emissora legislativa de alcance nacional, a TV Senado foi criada no dia 5 de fevereiro de 1996, pelo senador José Sarney, então presidente do Senado, com base na Lei 8.977/95. Essa lei determinou às operadoras de TV a Cabo a destinação de um canal para o Senado Federal, entre os chamados canais básicos de utilização gratuita, que devem constar do cardápio de canais oferecidos aos assinantes.

Com o objetivo de ser um canal de comunicação direta com o cidadão, a TV Senado passou a levar ao telespectador informações sobre o Legislativo e suas atribuições. Antes de a emissora ser instalada, o registro audiovisual das sessões e reuniões vinha sendo feito desde 1993 por uma central de vídeo que produziu os primeiros vídeos institucionais do Senado Federal, material que era distribuído para as emissoras de TV comerciais.
No início, a emissora mantinha no ar somente 15 horas de programação, transmitidas apenas para Brasília. Em maio de 1996, o sinal da TV Senado já chegava a todo o Brasil pelo sistema de satélite digital. Antes de completar um ano, a TV Senado já transmitia sua programação durante 24 horas, inclusive nos finais de semana.

Hoje, o sinal da TV Senado cobre todo o país levado por meio das operadoras de TV a cabo, por satélites e antenas parabólicas do tipo analógico e digital e, em várias localidades, em sinal aberto de UHF. No dia 29 de abril de 2010, a TV Senado inaugurou transmissões digitais pelo canal 61 em São Paulo, em parceria com a TV Câmara e a TV Alesp (da Assembleia Legislativa de São Paulo). O canal transmite as programações das três emissoras públicas, de modo simultâneo, durante 24 horas por dia.

Além dessas alternativas, o telespectador da TV Senado tem acesso à programação da emissora por meio do site www.senado.gov.br/tv.

Criada em 2001, a página da TV Senado na internet oferece canais para transmissão ao vivo de sessões plenárias e reuniões de comissões e disponibiliza íntegras de programas, para serem assistidas ou copiadas.

O reconhecimento da sociedade pelo trabalho desenvolvido pela TV Senado é constatado em manifestações de entidades de classe, organizações não-governamentais, universidades e imprensa, pelo telefone gratuito 0800612211 ou pelo endereço eletrônico tv@senado.gov.br.

Diariamente chegam, por esses meios, sugestões, pedidos de reapresentação e muitos elogios ao Senado e à programação da emissora. Pela internet, ainda, o telespectador e o internauta têm condições de entrar em contato com a emissora por meio do site de relacionamento Twitter, criado em agosto de 2009.

Acervo disponível

Com prioridades para as transmissões ao vivo de sessões plenárias e reuniões de comissões, a TV Senado mantém no ar uma programação informativa e diversificada, incluindo telejornais e programas temáticos. A produção vem sendo arquivada e forma hoje o acervo da emissora, disposto em mídias analógicas e digitais. Integram esse arquivo os seguintes tipos de material: coleção das sessões plenárias ocorridas a partir de agosto de 1998; coleção das reuniões das comissões permanentes e temporárias, comissões parlamentares de inquérito e especiais transmitidas pela TV Senado, a partir de agosto de 1998; edições do Jornal do Senado a partir de 1999; programas de estúdio que fizeram ou fazem parte da programação desde agosto de 1998 e programas educativos e culturais que compõem o Catálogo da TV Senado.

Internet

Criada em 14 de fevereiro de 2001, a página da TV Senado na internet determinou uma nova forma de acesso à emissora. Além da grade de programação, o site http://www.senado.gov.br/tv permite acompanhar o que está sendo transmitido na TV e disponibiliza vídeos e programas para baixar. Inicialmente a página apresentava apenas vídeos e textos de trechos das sessões plenárias e das reuniões de comissões. Em 13 de junho de 2005, em conjunto com o Prodasen, foram criados dois canais que passaram a oferecer alternativas na programação, ficando o canal TV1 reservado para a transmissão do que estava no ar na emissora. Em 2009, o número de canais foi ampliado, quando os canais TV2, TV3 e TV4 passaram a transmitir reuniões que ocorrem simultaneamente à que está ao vivo no TV1. O canal TV5 é um atalho para o portal Terra, com quem a TV Senado mantém uma parceria para a retransmissão do sinal dos canais TV1 e TV2.

Além das transmissões da programação da TV Senado e de reuniões de comissões ao vivo, a equipe do site publica diariamente vídeos e textos informativos das atividades parlamentares no Senado; vídeos com íntegras de programas; alimenta o site de relacionamento Twitter; elabora newsletter para divulgar destaques da programação e responde a questões encaminhadas por telespectadores e internautas sobre a TV Senado. Periodicamente, são ainda criadas páginas especiais relativas a datas comemorativas ou para a divulgação de programas especiais.

Programação

Criada para fazer a divulgação institucional do Senado Federal e oferecer ao cidadão uma programação educativa e cultural de qualidade e diferenciada das emissoras comerciais, a TV Senado faz a cobertura de todas as sessões plenárias do Senado Federal e do Congresso Nacional, bem como das reuniões das comissões permanentes e temporárias. As Sessões Plenárias têm prioridade de exibição sobre qualquer outro programa na TV Senado. Quando não são exibidas ao vivo, os eventos legislativos são gravados para serem veiculados em outros horários na programação, no mesmo dia ou nos dias seguintes.

A cobertura institucional gera diversos tipos de programas para a TV Senado: transmissões ao vivo, íntegras de reuniões pré-gravadas, produção de especiais e programas jornalísticos. Os temas relevantes e de interesse do cidadão são tratados também em entrevistas e debates, bem como em grandes reportagens.

Atualmente, a programação da TV Senado conta com os telejornais Jornal do Senado, Senado Agora, Senado Informa, e com os programas Inclusão, Diplomacia, Parlamento Brasil, Repórter Senado e EcoSenado; com as entrevistas Agenda Econômica, Cidadania e Argumento; com os documentários Histórias Contadas, Tela Brasil, Senado Documento; com os culturais Leituras, Espaço Cultural, Conversa de Músico e Conversa de Músico - Concertos.

A TV produz ainda interprogramas, como É Lei, Senado Aprova, Fique Atento, Cartão Postal, Pense Rápido e Portais do Senado.

Confira no link "Conheça os programas", no menu Serviços, o que é produzido pelas equipes da TV Senado.

Legislação

Acesse abaixo a íntegra da legislação relativa à criação da TV Senado: