Mais Acessados

CPI mista da Petrobras

Ex-diretor afirma que existem esquemas de corrupção em outras estatais

Plenário

Senadores concluem votação do novo Código de Processo Civil


Ouça Novamente

Pessoa com Deficiência

Trabalhador poderá tirar até 7 dias para acompanhar familiar com deficiência

Dia da Mulher

Senadores destacam participação feminina no mercado de trabalho

Direitos Humanos

Comissão discute segurança e saúde no trabalho.


HISTÓRIA DA RÁDIO SENADO




A Rádio Senado surgiu com o intuito de articular uma série de iniciativas desenvolvidas pelo Senado Federal, como o Jornal do Senado produzido para a Voz do Brasil, os boletins telefônicos veiculados por meio de ligação gratuita e o serviço de som do Senado, conhecido como Dim-Dom, pelo qual era veiculado o áudio das Sessões Plenárias, os avisos de interesse do público interno, e música brasileira.

Com a contratação de canais no Sistema Radiosat Digital, por satélite, as emissoras de todo o país passaram a dispor da possibilidade de retransmitir os boletins sobre as atividades do Senado ao vivo, além de ter acesso direto ao Jornal do Senado transmitido dentro do Programa A Voz do Brasil.

Em 1996, por decisão do então Presidente do Senado José Sarney, foi criada uma comissão para desenvolver projeto de instalação de uma emissora, inicialmente de FM. E em 29 de janeiro de 1997, foi criada a Subsecretaria de Rádio Senado, com o objetivo prioritário de transmitir o áudio das reuniões das comissões e das sessões plenárias do Senado Federal e do Congresso Nacional. À nova emissora coube, ainda, divulgar as demais atividades do Senado, incluindo as ações de sua Presidência e dos senadores.

Ao longo dos anos, a Rádio Senado tem dado efetiva contribuição à transparência das ações legislativas, ao levar à população todas as discussões e projetos votados na Casa, que têm repercussão na vida dos brasileiros. Dentre as coberturas jornalísticas da emissora, destacam-se ainda as cerimônias de posse dos senadores e dos presidentes da República, as eleições municipais e gerais, e também os eventos do Mercosul.

Além da transmissão ao vivo das principais atividades do Senado Federal, as informações resumidas sobre as decisões, debates, discussões e propostas dos senadores são apresentadas em forma de reportagem pela equipe de jornalismo. Também são produzidas reportagens e entrevistas sobre fatos que não envolvem diretamente a atividade legislativa, mas que merecem análise e debate pelos senadores e interessam à sociedade.

Transmitindo em 91,7 MHz, para todo o Distrito Federal e os municípios de seu entorno, o modelo básico da Rádio Senado FM é de informação, música brasileira e serviços. No ar 24 horas por dia, inclusive nos finais de semana, a programação da emissora inclui especiais de cultura e jornalismo. A utilidade pública também tem espaço importante na Rádio, com informações sobre eventos culturais, dicas de saúde, direitos do consumidor, entre outros.

A Rádio Senado conta em sua estrutura com os setores de produção, fitoteca, técnica, operações, reportagem, edição, locução, administração e o núcleo de produção do programa O Senado é Mais Brasil.

Presente também na internet, pelo site www.senado.leg.br/radio, a Rádio Senado está ainda nas redes sociais do Twitter e do Facebook. Além de Brasília, a Rádio Senado FM, em um processo de expansão, já transmite para Natal em 106,9 MHz; Cuiabá 102,5 MHz, Fortaleza 103,3 MHz, Rio Branco em 100,9 MHz, Teresina em 104,5 MHz, Macapá em 93,9 MHz, Manaus em 106,9 MHz, João Pessoa em 106,5 MHz e São Luís em 96,9 MHz.



Sintonize a Rádio Senado FM:

Brasília - DF: 91,7 MHz Natal – RN: 106,9 MHz Cuiabá – MT: 102,5 MHz Fortaleza - CE: 103,3 MHz Macapá - AP: 93,9 MHz
Rio Branco - AC: 100,9 MHz Teresina - PI: 104,5 MHz Manaus - AM: 106,9 MHz João Pessoa - PB: 106,5 MHz São Luís - MA: 96,9 MHz

radio@senado.leg.br | (061) 3303 4691

Rádio Senado - Praça dos Três Poderes - Senado Federal - Anexo 2, Bloco B, Brasília DF | CEP 70165-900

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900