Senado na mídia - Principais jornais

Data: 07/07/2010     Fonte: O Globo - Internet

Imprmir


Fechar Notícia

ILIMAR FRANCO - Panorama Político

Com Fernanda Krakovics, sucursais e correspondentes

Transferência
O ex-governador Aécio Neves aposta no seu prestígio para reeleger o governador Antonio Anastasia (PSDB). Uma pesquisa interna dos tucanos mineiros revela que 47% dos entrevistados não sabem que Anastasia é o candidato de Aécio. Na convenção mineira, Aécio Neves foi direto: "Meu nome não é mais Aécio Neves. A partir de agora é Aécio Anastasia Franco". Aécio, que concorre ao Senado, quer carregar também o ex-presidente Itamar Franco (PPS), para a outra vaga.

O TSE pode rever a verticalização
Os líderes partidários que estiveram ontem com o presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, foram estimulados a fazer novas consultas para que o Tribunal, em agosto, na volta do recesso, delibere sobre a presença de candidatos à Presidência na campanha dos que disputam os governos estaduais. Diante da reação dos partidos, o TSE decidiu não publicar sua decisão que recriava a verticalização das coligações, apenas no que se refere à propaganda eleitoral. Na reunião, alguns líderes sugeriram que o TSE suspenda as férias e realize sessões extraordinárias, pois a campanha no rádio e na tevê começa em 17 de agosto.

"Temos de sair da campanha Lula x PSDB para a campanha Serra x Dilma" - Aécio Neves, ex-governador de Minas Gerais e candidato ao Senado pelo PSDB

SINAL VERDE. A saída de Anthony Garotinho (PR) das eleições para o governo do Rio arrombou a estratégia do candidato da oposição, Fernando Gabeira (PV). Seus aliados agora trabalham para que a candidatura seja um suporte para eleger boas bancadas para a Câmara dos Deputados e a Assembleia Legislativa. Mas o vice, Luiz Fernando Pezão (PMDB), está alerta: "Salto alto não dá. Ninguém ganha na véspera. O Sérgio Cabral está crescendo, mas temos que trabalhar e trabalhar".

Na Justiça
Mesmo com sua filiação suspensa pelo PMDB nacional, Eduardo Moreira foi registrado como o vice de Raimundo Colombo (SC). Ele será candidato por força de liminar concedida pelo presidente do TSE, Ricardo Lewandowski.

Ex-cansados
Coordenador da campanha petista, o deputado Antônio Palocci (PT-SP), que acompanhou a candidata Dilma Rousseff anteontem em almoço com ex-integrantes do Movimento Cansei, comentou, com ironia: "Eles estavam animados".

Descompasso no processo eleitoral
As eleições presidenciais e para os governos estaduais ocorrem em ritmo diferente. Os especialistas em marketing constatam que a eleição presidencial corre solta desde o início do ano. Enquanto isso, o embate nos estados está começando somente agora. Segundo eles, isso explica porque as pesquisas apontam uma maior definição na eleição presidencial e um espaço maior para reviravoltas nas eleições para governador.

Os aliados estão fora
Os comandos das campanhas de José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) ainda não incorporaram os aliados em suas coordenações. Os tucanos e petistas resistem porque temem o vazamento de informações estratégicas. Volta e meia algum dirigente das referidas campanhas anuncia que esta integração será feita. Mas nada acontece. A novela da escolha do vice de José Serra é um exemplo disso. O vice de Dilma, Michel Temer (PMDB), não foi chamado para nada ainda.

PESQUISA do PSDB mineiro constatou um empate entre os candidatos José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT). A petista subiu oito pontos percentuais. Foram feitas oito mil entrevistas.

O VICE Indio da Costa (DEM) diz que não subscreveu o abaixo-assinado do movimento Identidade Imperial e explica que aceitou o pedido de amizade para difundir suas ideias e ações.

O Senador Leomar Quintanilha (PMDB-TO) correu da raia. Vai disputar uma vaga de deputado federal.

E-mail para esta coluna: panoramapolitico@oglobo.com.br

Senadores Relacionados

  • Leomar Quintanilha
  • Raimundo Colombo

Órgãos Relacionados

  • Senado Federal

Fechar Notícia