|. HOME .| -->

Diadema leva consultórios às cracolândias

Pioneiro em articulação local das ações de enfrentamento do crack, Diadema, na Grande São Paulo, lançou em junho último o seu planejamento municipal. A estratégia segue os moldes do plano nacional, com ações, programas e serviços envolvendo o poder público e a sociedade nas áreas de prevenção, reinserção social, redução de danos, repressão, tratamento e capacitação de profissionais.


Reunião de familiares de dependentes químicos no Centro de Atendimento Psicossocial de Diadema. Foto: Marcos Luiz

Dois consultórios de rua levarão equipes até as cracolândias para abordar os dependentes e incentivá-los a cuidar da saúde e reduzir os danos causados pelo uso de drogas. Já o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD) da cidade passará a atender 24 horas por dia. Será montada ainda uma escola de redução de danos para capacitar agentes comunitários de saúde.

A construção do plano de Diadema começou em dezembro de 2010 e envolveu as secretarias de Assistência Social e Cidadania, Cultura, Defesa Social, Educação, Esporte e Lazer, Planejamento, Gestão Pública e Comunicação, e Saúde, numa tentativa de integrar os esforços de cada uma.

Faça seu comentário