|. HOME .| -->

Acesso à internet

Brasileiro recorre a LAN Houses para ter acesso à internet

Apesar de ter dificuldades para conseguir se conectar à internet em casa, o brasileiro consegue dar um jeitinho para não ficar de fora da rede. De acordo com dados do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br), o acesso à internet no domicílio representa pouco mais da metade das conexões dos usuários.


Funcionário de LAN house na rodoviária de Brasília dá apoio a usuários e, na prática, promove a inclusão digital. Foto: Ana Volpe

“No Brasil, existem mais usuários do que domicílios conectados à internet, ou seja, muitos dos usuários utilizam a internet fora de casa (no trabalho, em telecentros, em pontos de acesso à internet coletivos privados, na casa de amigos e de vizinhos)”, diagnostica o documento que apresenta o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

As chamadas LAN houses, casas ou lojas com computadores que cobram do público pelo acesso à internet, eram responsáveis, em 2009, por 45% dos acessos dos usuários brasileiros, enquanto os acessos nos domicílios somavam 48%. Até o ano anterior, a situação era invertida.

De acordo com a Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital (Abcid), que reúne os pontos de acesso coletivo privados, ou LAN houses, existem 90 mil dessas empresas em funcionamento no país, sem que tenham recebido qualquer apoio de programa oficial. E é graças a elas que mais brasileiros conseguem ter acesso à internet.

A estimativa é de que apenas 13% das LAN houses sejam negócios formais. Muitas delas estão instaladas em lanchonetes, supermercados ou papelarias. Segundo pesquisa do Cetic.br, a maioria tem conexões entre 1 Mbps e 2 Mbps, mantém entre 6 e 10 computadores disponíveis, vende até 400 horas de acesso à internet e recebe até 150 usuários por ­semana.

Como nos demais indicadores relacionados à internet, a maioria dos usuários das LAN houses tem idade entre 15 e 34 anos, a maior parte das classes C, D e E.

Graças às LAN houses, o Brasil tem grande número de internautas (37,5 em cada cem brasileiros usam a internet), comparável ao de países desenvolvidos, como Itália e Portugal (ambos com 41,9), de acordo com dados de 2008 da União Internacional de Telecomunicações (UIT), órgão da ONU. Nesse indicador, o Brasil está em posição melhor que os vizinhos latino-americanos, como Chile (32,5), Argentina (28,1) e México (21,7), e que competidores internacionais como Turquia (34,4) e China, com 22,3.

14/02/2011 22:01:01 Acesso móvel à internet
14/02/2011 22:02:42 Skype bloqueado
14/02/2011 22:13:51 Velocidade da internet