|. HOME .| -->

Contexto da Rio+20

A conferência sobre meio ambiente Rio+20 e o lançamento do manifesto Rio mais ou menos 20 por ambientalistas do Brasil

Crises na Europa e nos EUA, dificuldade dos Brics de assumir a liderança: conjuntura internacional é obstáculo para agenda da conferência Rio+20, acusada de retrógrada por ambientalistas do Brasil

Três meses antes de sua abertura, a Rio+20 era vista, dentro do Brasil, com uma evidente desconfiança pelos setores mais ligados à causa ambientalista. Em fins de abril, quatro ex-ministros do Meio Ambiente e outros representantes do setor conservacionista fizeram o lançamento de um manifesto pedindo ações mais ousadas na conferência, preocupados com o fato de o tema ambiental estar sendo colocado em segundo plano nas articulações.

O grupo de ambientalistas tomou a iniciativa do manifesto após receber com decepção o texto inicial das propostas para a conferência Rio+20, chamado Esboço Zero, divulgado em janeiro de 2012 pela ONU. Ironicamente intitulado Rio mais ou menos 20, o documento, assinado pelos ex-ministros do Meio Ambiente Rubens Ricupero, Marina Silva, José Goldemberg e José Carlos de Carvalho, advertiu que “há um elevado risco de que a Rio+20 seja não apenas irrelevante, mas configure um retrocesso”.


Ex-ministros José Carlos de Carvalho, José Goldemberg,
Marina Silva e Rubens Ricupero e ex-deputado Fabio Feldmann
firmaram manifesto Rio mais ou menos 20 (Foto: Thais Staut/FAAP)

O próprio governo brasileiro, afirmaram os ambientalistas, estaria procurando tirar o peso das questões ambientais da conferência Rio+20, favorecendo a questão social. “Nós não avançamos 20 anos para ver o Brasil voltar e querer discutir desenvolvimento sem meio ambiente”, disse a ex-senadora Marina Silva.

“O Brasil deve atuar nas negociações internacionais como protagonista, defendendo seus interesses específicos, mas também constituindo uma força de moderação e equilíbrio”, propõe o manifesto Rio mais ou menos 20, que recomenda ao país apoiar, nas negociações, a formulação de políticas e mecanismos para a economia verde.